51 3221.7923
  3061.5270

Insulina – A chave do problema

A insulina é um hormônio produzido pelo pâncreas e a sua função é transportar a glicose para as células para que o nosso corpo disponha de energia necessária para seu funcionamento.

É importante salientar que todo o açúcar que entra no nosso sangue não provêm unicamente dos alimentos doces e do açúcar de mesa, mas de todos os alimentos ricos em hidratos de carbono (carboidratos) ingeridos na alimentação. Todos os carboidratos durante o processo digestivo transformam-se em glicose (açúcar) na corrente sanguínea. A glicose é o alimento das células, e o nosso cérebro alimenta-se exclusivamente de glicose.
O problema de aumento de peso surge quando os níveis glicose aumentam no sangue e para equilibrar o nosso organismo, o pâncreas é estimulado a produzir grandes quantidades de insulina com objetivo de remover o excesso de glicose circulante.
Quando os níveis de insulina se elevam a glicose é retirada do sangue provocando a sensação de fatiga, falta de energia, irritabilidade, aumento da fome e uma compulsão exacerbada de voltar a comer para compensar a descida brusca do açúcar no sangue. Iniciando-se assim um ciclo vicioso, onde a vontade comer carboidratos aumenta, sobem novamente os níveis de insulina para retirar o açúcar do sangue, como consequência, voltamos a sentir fome. Este é um processo que não tem fim e que conduz no nosso corpo o indesejado aumento de peso, uma vez que toda glicose ingerida e não consumida é armazenada na forma de gordura.
Cabe salientar que são determinados tipos de carboidratos que ingerimos que promovem o aumentando os níveis de açúcar no sangue e na consequente resposta insulínica, daí a necessidade de moderar a sua ingestão. Alimentos ricos em carboidratos de elevado índice glicémico são : massas, pães, doces, os bolos, batata, arroz, balas, bombons, açúcar, sucos, refrigerantes, entre outros , os quais quando chegam ao sangue são absorvidos rapidamente provocando uma subida rápida dos níveis de açúcar. 
Para que os níveis de açúcar no sangue se mantenham constantes e estáveis, bem como os níveis de insulina, devemos controlar os alimentos que ingerimos. 
Uma dieta balanceada que reduz a produção de insulina é a chave para o emagrecimento, ou seja, quanto menos insulina seu corpo produzir mais rápido você vai perder peso.

Você também vai gostar de ler

Leite: alergia ou intolerância

Porto Alegre/RS 16/04/2013
É comum se fazer algum tipo de confusão entre a alergia às proteínas do leite de vaca (APLV) e a intolerância à lactose.
Continue lendo


Risco de morte por dengue é 12 vezes maior entre idosos

Porto Alegre/RS 16/04/2013
Segundo Ministério da Saúde, das 132 mortes por dengue registradas no Brasil em 2013, 55 ocorreram entre pessoas com mais de 60 anos de idade
Continue lendo


Serviços

  • » Instruções de coleta
  • » Serviços
  • » Exames de Rotina
  • » Exames Salivares
  • » Intolerância Alimentar
  • » Pesquisas
  • » Consultoria
  • » Exames
  • » Assessoria

Contatos

(51) 3221.7923

R. Dr. Alcides Cruz, 51 - Bairro Santa Cecília
Porto Alegre, Rio Grande do Sul - CEP 90630-160
Desenvolvido por Webproj
Agência de Marketing Digital - Criação de sites